comentar
r, em 18.02.09 às 11:22link do post | favorito
Amadora. Espectáculo de variedades serviu para dar conselhos de segurança

Plateia agradeceu com sorrisos e até o comandante dançou

O pavilhão da Associação Académica da Amadora, na Reboleira, ficou ontem à tarde com a lotação completamente esgotada. Centenas de pessoas com mais de 60 anos foram convidadas pela Divisão da PSP da Amadora para ali assistirem a um espectáculo de variedades - quase à moda antiga - e receberem conselhos sobre as medidas que devem tomar para evitar serem vítimas de assalto. E foi bem positivo o resultado deste programa intitulado Idosos em Segurança. O público sénior não se cansou de bater palmas e elogiar o papel da PSP junto das suas casas.

A chegada dos espectadores traduziu-se numa ocorrência demorada, que durou quase duas horas, pois a maior parte movia-se muito lentamente. Uma idosa gracejava para a amiga: "Tu é que tens sorte. Tens sempre lugar, mesmo quando chegas atrasada." É que a amiga vinha numa cadeira de rodas. Uns iam sozinhos, outros em grupo e alguns acompanhados de... canadianas.

Já com quase toda a gente sentada, Fernando Mendes abriu o espectáculo, apresentando a Banda Sinfónica da PSP, que alcançou o ponto mais alto da sua actuação com uma série de trechos do agrupamento sueco Abba. Mamma Mia, Dancing Queen e Waterloo arrancaram fortes aplausos da plateia, que depois se balançou aos ritmos quentes do samba.

Vocês Sabem Lá, Menina que Estás à Janela e Nem às Paredes Confesso foram os refrões que os idosos entoaram para acompanhar a banda.

A música estava tão envolvente, que nem o comandante da Divisão da Amadora, subintendente Pereira, deixou de dançar com uma agente, rodopiando no meio do pavilhão.

Após dar conselhos de segurança aos idosos, o comandante deu uma ordem: "Divirtam-se, dancem, riam e brinquem, que o espectáculo vai continuar." Grupos corais e folclóricos completaram o programa, deixando os espectadores embevecidos. E não conseguiam esconder a sua vaidade, quando notavam estar a ser fotografados ou filmados.

(fonte DN)


comentar
r, em 08.01.09 às 10:32link do post | favorito

Foi inaugurada, no passado dia 17 de Dezembro de 2008, a nova Esquadra da PSP em Alfragide.

 

Esta Esquadra terá, prioritariamente, área de intervenção nas Freguesias de Alfragide e Buraca.

 

A Cerimónia de Inauguração foi presidida pelo Senhor Ministro da Administração Interna e contou ainda com a presença do Senhor Presidente da Câmara Municipal da Amadora e Senhores Presidentes da Junta de Freguesia de Alfragide e Buraca.

 

Marcadores: ,

comentar
r, em 14.08.08 às 12:39link do post | favorito

As autarquias vão promover o diagnóstico da delinquência e criminalidade local, assim como avaliar o sentimento de segurança e avançar com propostas para a sua melhoria. Estas iniciativas estão previstas nos Contratos Locais de Segurança, de acordo com o protocolo preparatório assinado esta quarta-feira.

 

 

O Ministério da Administração Interna (MAI) e a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) vão trabalhar em conjunto para prevenir e reprimir a criminalidade local.

Nesse sentido, vão estabelecer Contratos Locais de Segurança com todas as autarquias que o desejarem. Até ao momento, apenas o município do Porto assinou o documento, mas Amadora, Sintra e Castelo Branco também o vão fazer em breve. Os Contratos Locais de Segurança são assinados entre as autarquias e os Governos Civis.

A parceria passa pelo apoio financeiro na criação de mais polícia municipal, no envolvimento da PSP e da GNR e ainda no fornecimento de tecnologia, como programas de videovigilância e de geo-referenciação.

Na cerimónia de assinatura dos protocolos, o ministro da Administração Interna disse que esta uma “manifestação de vontade” para a concretização dos Contratos Locais de Segurança.

Aos municípios caberá “um papel de avaliação da informação e o seu encaminhamento para as entidades competentes, responsabilidade assegurada, nomeadamente através dos Conselhos Municipais de Segurança”, explicou o presidente da ANMP, Fernando Ruas.

O ministro da Administração Interna garante que tem recebido nos últimos dias “muitas manifestações de vontade” de autarquias interessadas em subscrever os contratos. Rui Pereira nota que “não existe prazo” limite para o fazer.

Ministro defende que legislação para uso de arma de fogo não precisa de ser revista

O ministro da Administração Interna considera que a legislação que regulamenta o recurso a armas de fogo em acção policial não precisa de ser revista. O decreto-lei que determina o recurso a arma de fogo pela polícia tem nove anos e tem sido alvo de debate nas últimas semanas.

“O regime de manuseamento de armas de fogo pelas forças de segurança é um regime completamente claro, quer no plano constitucional, quer no plano legal e não carece de revisão nenhuma”, disse Rui Pereira, à margem da cerimónia de assinatura dos protocolos para os Contratos Locais de Segurança.

Em relação à morte de uma criança durante uma perseguição policial, o secretário de Estado da Administração Interna secundou a opinião do ministro. “As regras para utilização de armas de fogo estão perfeitamente estabelecidas”. Rui Sá Gomes sublinha que está em curso um inquérito interno para “ser apurado em que circunstâncias foram disparados os tiros”.

 

RTP
 

Marcadores: ,

comentar
r, em 20.03.08 às 10:40link do post | favorito

Foi aprovada, pela Câmara Municipal da Amadora, esta quarta-feira a instalação de sistemas de videovigilância nos locais considerados «mais problemáticos do concelho» da Amadora. Entre as zonas previstas estão estações de transportes públicos, parques e espaços de lazer. A autarquia considera esta uma medida «pioneira».

A Proposta apresentada pelo Partido Socialista foi aprovada com os votos favaráveis do PS e PSD, tendo o Partido Comunista votado contra.

Segundo a noticia a Lusa, o sistema será gerido pela PSP e irá permitir a «vigilância diária a mais de 100 mil pessoas, das quais 50 mil se encontram na área central da Amadora».

A autarquia irá suportar os custos totais do sistema, que rondam um milhão de euros.

A Lusa refere que este projecto já tinha sido discutido anteriormente devido à «onda de assaltos» que têm ocorrido, levando os moradores e comerciantes a manifestar-se e a exigir mais segurança.

Marcadores: ,

comentar
r, em 04.03.08 às 15:14link do post | favorito

Notícia Público:

A Câmara Municipal da Amadora vai solicitar videovigilância e a presença do corpo de intervenção da PSP para combater os assaltos na urbanização do Alto da Mira que, no início do ano, levaram os moradores a exigir mais segurança.

Em Janeiro, várias lojas foram assaltadas nesta urbanização da freguesia de São Brás, na Amadora, levando centenas de moradores e comerciantes a uma manifestação espontânea, na qual exigiram mais policiamento.

No seguimento desta manifestação, a Câmara da Amadora recebeu um representante dos moradores e comerciantes, a quem transmitiu as preocupações da autarquia com este problema e anunciou que iria solicitar a videovigilância na principal avenida do bairro, bem como a presença do corpo de intervenção da PSP.

Maria João Silva, proprietária de uma papelaria que foi assaltada cinco vezes, e representante dos moradores, esteve nesta reunião e contou que os moradores e comerciantes aceitaram com agrado a ideia da videovigilância, bem como de uma maior presença policial, uma das principais reivindicações da população no concelho da Amadora.

Fonte do gabinete do presidente da Câmara Municipal da Amadora confirmou a reunião bem como a intenção de solicitar videovigilância para aquela urbanização.

O presidente da Junta de Freguesia de São Brás, Amílcar Martins, congratulou-se com a ideia da videovigilância e lembrou que a preocupação da população está bem demonstrada nas cerca de 500 assinaturas reunidas num abaixo assinado em que exigem mais segurança, pelo que "a presença da polícia é bem vinda".

"O comandante da PSP garantiu-nos que ia fazer tudo para haver um reforço do patrulhamento pontual das zonas de incidência dos roubos, conforme indicações da população", adiantou.

Amílcar Martins acrescentou que, desde que a população se reuniu a exigir mais segurança, a polícia passou a estar mais presente no bairro, o que foi acompanhado de uma diminuição dos roubos.

Escrevo Eu: Todas as medidas nesta área são muito importantes para o dia-a-dia das pessoas e o argumento de alguns Partidos, principalmente dos mais à Esquerda, no que respeita à falta de Liberdade, em minha opinião, não colhe porque quem não deve não teme e a liberdade de uns termina quando interfere com a liberdade dos outros...

 

Se esta medida se concretizar, como espero, a Câmara da Amadora dá um sinal claro à população de que está preocupada com a tranquilidade e segurança das Pessoas...

 

Parabéns à Câmara por esta brilhante ideia e espero que esteja concretizada a breve treixo.

 



 
Marcadores: ,

comentar
r, em 22.01.08 às 10:37link do post | favorito

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, esteve, ontem em Alfragide para a cerimónia de lançamento da construção da nova esquadra da PSP, que estará pronta em Setembro.

 

O novo edifício, cujos terrenos foram cedidos pela Câmara da Amadora, pretende substituir a actual vivenda de habitação que há mais de 10 anos foi adaptada para receber os agentes da PSP.

 

Para além de uma nova esquadra, a divisão da PSP Amadora, cuja área de influência se estende até ao Cacém (Sintra), passará a restringir-se apenas ao concelho da Amadora no final do mês, respondendo desta forma o Ministro aos diversos pedidos da Câmara Municipal da Amadora neste sentido...

 

Marcadores: ,

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


blogs SAPO