comentar
r, em 01.06.10 às 12:12link do post | favorito

 

 

Requalificação dá nova vida ao Parque Central

 


 

A interactividade assume-se como a principal característica do “novo” Parque Central da Amadora, a ser inaugurado no próximo dia 5 de Junho, pelas 15 horas. Aberto ao público desde 1985, o Parque Central foi adaptado à realidade actual e, após um investimento por parte da Câmara Municipal da Amadora, proporciona aos seus visitantes um novo conceito de equipamento de lazer.



No novo Parque Central pretende-se criar um mundo fantástico e mágico no qual todos, e em especial as crianças, irão descobrir um conjunto novo de emoções e experiências únicas.

O actual parque tem uma extensão de 65 mil metros quadrados, resultantes da junção de duas zonas (a do lago e do polidesportivo) através de uma larga Alameda Pedonal que veio substituir a Rua dos Bombeiros Voluntários, até então saturada de estacionamento, transformando-a num percurso agradável pleno de equipamentos e valorizada paisagisticamente. Com a transformação da Rua dos Bombeiros Voluntários na Alameda Pedonal, o trânsito passa a contornar o parque, o que possibilitou a criação de cerca de 140 lugares de estacionamento.

Tendo como tema principal a água, a Zona do Lago assume-se como a peça central do requalificado parque, onde os visitantes deixam de ser “espectadores” e passam a ser “actores”, com um sem número de actividades para todos os gostos e idades. O que se pretende é que aquele espaço deixe de ser meramente um local de passagem e passe a ser usufruído pela população. Desse modo o lago foi ampliado e a água devidamente tratada, possibilitando actividades como passeios de gaivotas, canoas e em jangadas. Apelando ainda à interactividade, crianças e adultos poderão ainda brincarem em cima da água através de um conjunto de grandes bolas insufladas.

O lago é ainda apoiado por um edifício multifunções associado a uma extensa área de esplanada. Neste edifício de linhas arquitectónicas contemporâneas convivem a casa de máquinas e arrecadações, as instalações sanitárias de apoio a todo o parque, um futuro restaurante e ainda o Centro de Interpretação Ambiental da Câmara Municipal da Amadora.

 

Mas as grandes novidades do Parque Central da Amadora não se ficam por aqui. Através da Alameda Pedonal, os jovens visitantes têm acesso a dois dos principais equipamentos: o Espaço de Jogo e Recreio Interactivo e o Espaço de Recreio Infantil e Juvenil.

No primeiro foi aplicado um novo conceito de espaço de recreio ao ar livre onde se pretende desenvolver capacidades motoras e a aprendizagem, através de jogos e exercícios. Funciona como uma gigantesca “consola”, constituída por um computador central e um conjunto de actividades físicas que são indicadas às crianças e adultos para efectuarem a partir de um cartão magnético. Desse modo os utilizadores podem comparar os seus resultados com o de outros jogadores de países europeus onde existe este equipamento.

No Espaço de Recreio Infantil e Juvenil, as crianças e os jovens são convidados a brincar em segurança na “Estação Espacial”. Pioneira na história da aviação, a Amadora criou um parque infantil repleto de actividades em forma de estação espacial, onde não falta um foguetão, túneis, escorregas e paredes para trepar.

Por fim, mas não menos importante, e como pretende ser um parque interactivo destinado a todas as idades e propício a actividades em família, a Câmara Municipal da Amadora criou, junto ao polidesportivo, dois Circuitos Pedonais Multifunções.
Com uma extensão de cerca de 700 metros, num dos circuitos é possível correr, andar, passear de bicicleta e até andar de patins. Tendo em conta a promoção do exercício físico, ao longo de toda a pista foi ainda criado um circuito de manutenção com dez estações de equipamentos. O outro circuito, ligeiramente mais curto, foi construído em forma de anel em redor do actual campo polidesportivo.


Consulte o Programa da inauguração 

 

 

 

(cma)

 

 


comentar
r, em 28.05.10 às 11:39link do post | favorito

 

Município superou os objectivos definidos e recebe galardão entregue pela Associação da Bandeira Azul da Europa

A Amadora foi um dos municípios portugueses a receber o Galardão ECOXXI, atribuído pela ABAE – Associação da Bandeira Azul da Europa, numa cerimónia decorrida na cidade da Maia.

O vereador responsável pelo pelouro do Ambiente, Eduardo Rosa, recebeu das mãos de Anabela Trindade, da Agencia Portuguesa, o diploma de participação, a medalha e a respectiva Bandeira Verde para ser hasteada no Município.

No ano em que se candidataram 39 municípios, a Amadora é um dos 19 concelhos que superaram os objectivos definidos para 2009, com um índice de classificação superior a 60%.

O ECOXXI é um projecto destinado aos municípios que visa distinguir as boas práticas no sentido da sustentabilidade desenvolvidas a nível local, com especial ênfase nos aspectos relativos à qualidade ambiental e às práticas de educação para a sustentabilidade.

Inspirado nos objectivos da Agenda 21, procura através de um sistema de 23 indicadores avaliar diversas vertentes da sustentabilidade. Neste campo importa destacar a classificação máxima da Amadora em alguns desses indicadores, como a implementação do Programa Eco-Escolas e Jovens Repórteres do Ambiente, na Qualidade do Ar e Informação ao Público, Qualidade da Água para Consumo Humano, Valorização dos Resíduos Urbanos e População servida por Sistemas de Abastecimento de Água e por Sistemas de Drenagem e Tratamento de Águas Residuais.

Nas palavras do presidente da ABAE, José Archer, este galardão mostra a visão de futuro, sendo um reconhecimento e mérito para os municípios que, ano após ano, têm de fazer este percurso ambiental.

Marcadores: , ,

comentar
r, em 28.05.10 às 10:00link do post | favorito

 

 

Câmara Municipal aprova minuta do protocolo para realização do projecto de execução

 

O Executivo Municipal aprovou, em reunião de câmara, a minuta do protocolo a celebrar com a Alpabrantes – Planeamento, Desenvolvimento Urbano SA., para a concretização do Parque Urbano do Neudel, na Damaia.


A implementar numa área de cerca de sete hectares, o Parque Urbano do Neudel tem previsto várias componentes: espaços públicos destinados a jogos e situações de exposições, incluindo um edifício multifunções; zonas de estar, nomeadamente uma esplanada, terraços ajardinados e pérgulas; um quiosque de apoio e equipamentos lúdicos vários.

De acordo com o protocolo a celebrar, a empresa tem o prazo de 60 dias, a contar da data da sua assinatura, para entregar o projecto de execução a ser posteriormente apreciado e aprovado pela Câmara Municipal.

As obras de construção do Jardim do Parque Urbano do Neudel terão de avançar até três meses depois da respectiva aprovação ou emissão da licença.

O investimento, totalmente suportado pelo urbanizador, é de cerca de dois milhões de euros.

 

O Parque Urbano do Neudel tem como grande objectivo a valorização urbanística daquela área do município, através da criação de um novo espaço verde urbano equipado, que alia a função de protecção e enquadramento paisagístico à componente recreativa e lúdica.

 

(cma)


comentar
r, em 27.05.10 às 17:09link do post | favorito

 

Abertura oficial decorre no sábado, dia 29 de Maio, pelas 10h30

 

  

 

A abertura oficial do espaço marca a recuperação e a devolução de um espaço de lazer à comunidade local, bem como a todos os munícipes que queiram visitar aquele espaço.

 

A Câmara Municipal da Amadora investiu cerca de 500 mil euros na requalificação do jardim integrante da Quinta construída no século XVIII. Da sua história, sabe-se que em 1813 a quinta era habitada apenas pelos caseiros e que, na primeira década do Século XX, ali viveu o Padre Himalaia, famoso pelas suas invenções.

Em 2003, a Câmara Municipal da Amadora adquiriu o imóvel, com o objectivo de assegurar a sua preservação, estando a decorrer a reabilitação e reconversão do mesmo em centro cultural e espaço de lazer.

No espaço agora recuperado e aberto à população existem várias zonas de estar para a 3.ª idade e todo um manancial de espécies arbóreas que, em conjunto, constituem mais um espaço de lazer na freguesia da Damaia.

A entrada no Jardim situa-se no Largo Padre Himalaia, nas traseiras da Rua Carvalho Araújo. (cma)

 

O Jardim do Palácio/Quinta Condes da Lousã, na Damaia, vai ser aberto à população já a partir do próximo sábado, dia 29 de Maio.
 

comentar
r, em 20.05.10 às 17:33link do post | favorito

 

Está disponível, desde 14 de Maio, no site da Câmara Municipal da Amadora, um simulador de taxas aplicadas no município, através de uma aplicação online.

 

Esta nova funcionalidade, assume-se como mais um compromisso da Autarquia em aproximar-se cada vez mais dos cidadãos, permitindo-lhes realizar a simulação dos valores de taxas a pagar, sem necessidade de se deslocarem aos serviços camarários.

 

O site da Câmara Municipal da Amadora, além de ser um veículo preferencial de divulgação da actuação da Autarquia nas suas mais variadas competências, pretende funcionar, igualmente, como uma ferramenta que permita afirmar a Amadora como uma Autarquia promotora da sociedade de informação, bem como privilegiar a promoção de proximidade e melhoria da qualidade do serviço prestado ao cidadão (cliente), através de canais que possam contribuir para uma maior transparência e gestão participada.

 

ACEDA NO SEGUINTE LINK: http://ston.cm-amadora.pt/pages/default.aspx

 

 

Marcadores: ,

comentar
r, em 18.05.10 às 16:49link do post | favorito

 

Câmara Municipal e Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República assinam protocolo

 

Conhecida como a capital portuguesa da 9.ª arte, a Amadora foi convidada pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República (CNCCR) a integrar o programa festivo através das áreas da caricatura e da Banda Desenhada.

 

Para tal, as duas entidades, Câmara Municipal e CNCCR, assinaram hoje um protocolo de colaboração com vista à realização da programação nacional de Banda Desenhada.


Para Joaquim Raposo, presidente da Autarquia, este protocolo é o “reconhecimento do papel que a Amadora tem tido no desenvolvimento da BD”. Ainda segundo o edil, as actividades programadas permitem, sobretudo, “chegar junto do público mais novo e explicar-lhes a importância dos valores da República”.

 

Antes da apresentação da programação, que contou com a presença dos artistas e dos investigadores convidados a participar no projecto, o presidente da CNCCR, Artur Santos Silva, destacou a importância do contributo de escolas, instituições e, principalmente, das autarquias, no desenvolvimento das comemorações que permitem “revisitar os ideais republicanos”. “A Amadora teve um papel fulcral no desenvolvimento dos acontecimentos da primeira república”, disse, não esquecendo que “a caricatura e a BD coincidiram na sua génese com esta época”.

 

A Amadora, através do Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem (CNBDI) e do Festival Internacional de BD, foi o município convidado para desenvolver a programação que se vai estender até Agosto de 2011.

Mais informações e programação em www.amadorabd.com

(cma)

 
 
Marcadores: , ,

comentar
r, em 17.05.10 às 10:42link do post | favorito

 

 

Transformar a Avenida Santos Mattos, uma das principais artérias do centro da cidade da Amadora, num verdadeiro centro comercial a céu aberto, é o grande objectivo do projecto de reabilitação urbana apresentado ontem, 6 de Maio, aos comerciantes e residentes daquela zona.

 

Trata-se de um projecto inovador e pioneiro já que a Câmara Municipal da Amadora apresenta uma intervenção em três frentes: espaço público, comércio e habitação.  

 

Na sequência da intervenção já realizada pela autarquia na Avenida Santos Mattos/Av. Gago Coutinho, onde se criou um novo conceito de circulação com a eliminação dos passeios clássicos e a colocação de um único pavimento com cor, novo mobiliário urbano e iluminação pública, a Câmara Municipal propõe-se agora recuperar e beneficiar o edificado privado, bem como promover algumas melhorias no pisos térreos (estabelecimentos comerciais), criando uma imagem uniforme e apelativa de toda aquela área. 

 

A intervenção vai incidir em nove edifícios da avenida que, em tempos, foi uma das principais ruas comerciais da cidade. Com este investimento a Câmara Municipal pretende dar o exemplo de como é possível requalificar o centro da cidade, produzindo um efeito disseminador noutras zonas comerciais. Uma solução simples, moderna e eficaz que pode ser facilmente reproduzida noutras ruas da Amadora.    

 

O projecto prevê  a uniformização das fachadas dos edifícios privados através da aplicação de ripados de madeira e estores nos pisos de habitação, uniformizando a imagem a avenida.  

 

Ao nível comercial, serão retirados os toldos e será colocada uma pala comum e alinhada, bem iluminada e uniformizada ao nível das cores. No início da Avenida Santos Mattos, visível da Avenida Elias Garcia, será colocado um elemento icónico com a indicação das lojas “marcas” presentes.    

 

Na apresentação do projecto aos moradores e comerciantes estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal, Joaquim Raposo, a vereadora responsável pela Área da Recuperação do Parque Habitacional Privado, Rita Madeira, o presidente da Associação Comercial e Empresarial dos Concelhos de Oeiras e Amadora (ACECOA), João Antunes, a presidente da Junta de Freguesia da Venteira, Carla Andrade Neves, e a representante da Direcção Geral de Actividades Económicas, a arquitecta Clotilde Cavaco.  

 

Com uma localização privilegiada, a Avenida Santos Mattos vai assim assumir uma imagem forte, integrada, confortável e contemporânea, reforçando assim o seu cariz comercial e contribuindo para a revitalização do centro da Amadora.  

 

A intervenção, orçada em meio milhão e meio de euros, estará concluída até final do Verão de 2011. (MetroNews)


comentar
r, em 17.05.10 às 10:38link do post | favorito

 

 

A Câmara da Amadora quer deixar de construir bairros sociais e está a apostar na compra de apartamentos, a preços mais acessíveis, no mercado privado, para evitar a concentração em massa de habitação social. A câmara já adquiriu 19 fogos num investimento de 1,2 milhões de euros, para realojamento de famílias.DN

 

 

A Câmara já adquiriu 19 fogos a preço controlado num investimento de 1,2 milhões de euros, para realojamento de famílias recenseadas no PER (Programa Especial de Realojamento), residentes em barracas e construções similares na área do novo troço da CRIL (Cintura Regional Interna de Lisboa) entre as Portas de Benfica e as Pedralvas.

 

Trata-se de um protocolo entre a autarquia da Amadora, a Estradas de Portugal, que financiou 300 mil euros, e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), que subsidiou 40 por cento do valor.

Diário Digital / Lusa

 

 


Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


blogs SAPO