comentar
r, em 13.08.08 às 16:43link do post | favorito

O Metropolitano de Lisboa vai ganhar 4 milhões de novos passageiros por ano, graças à extensão da linha entre a Amadora-Este e a Reboleira.

 

 

O contrato de empreitada para este prolongamento, que se traduz na construção de 579 metros de linha, foi assinado esta quarta-feira, com a obra a ser assegurada pelo consórcio formado pela Zagope, Soares da Costa, Teixeira Duarte e Tâmega.

 

Com um investimento estimado em 58 milhões de euros, a nova estação da Reboleira deverá iniciar actividade no primeiro semestre de 2011, período a partir do qual passará a haver uma ligação entre a linha azul do metro e a linha de Sintra da Refer, há muito aguardada.

 

Segundo a secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, que esteve presente na cerimónia, este prolongamento resolve «uma das maiores incoerências técnicas» da região metropolitana de Lisboa, que era a incapacidade de ligar o metro da linha azul (com a actual paragem terminal em Amadora-Este) ao comboio de Sintra «devido a uma falha de 200 e tal metros».

Sobre as acusações de que a obra poderá prejudicar o tráfego nos comboios da CP, Ana Paula Vitorino disse discordar, até porque «os sistemas de transporte público não existem para as empresas de transporte, mas para melhorarem a qualidade de vida dos cidadãos».

Aos jornalistas, a responsável pela pasta dos Transportes assegurou que a chegada do metropolitano à Reboleira trará globalmente mais utilizadores de transportes públicos e acabará por «resolver uma incoerência».

«Não fazemos 200 e tal metros porque prejudica a CP. Não é verdade. Ao melhorarmos o sistema global, estamos a melhorar o número de clientes de todo o sistema de transportes», acrescentou.

o metro no futuro

Quando os trabalhos estiverem concluídos, passará a ser possível a um passageiro realizar o percurso entre a Reboleira e o Marquês de Pombal em 19,5 minutos e entre a nova estação e Santa Apolónia em 27 minutos.

 

A obra é mais uma incluída no projecto de rede futura do Metropolitano de Lisboa, que terá 57 estações e 45,2 quilómetros de linhas.

 

Face à estrutura actual, e além da nova paragem da Reboleira na linha azul, está prevista a já anunciada ligação da rede vermelha à amarela, através do Saldanha, e da azul, através de São Sebastião. Nesta direcção, a Linha do Oriente terá ainda uma paragem em Campolide e, a seguir ao Oriente, as estações de Moscavide, Encarnação e Aeroporto (na Portela).

 

Na linha amarela, o acrescento será entre o Rato e a Estrela.

 


 

 

Marcadores: ,

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
28
30

31


blogs SAPO