comentar
r, em 11.12.07 às 15:46link do post | favorito

 

 

 

Notícia do Jornal “METRO”
 
INOVAÇÃO - A Câmara Municipal da Amadora (CMA) vai apresentar este mês uma proposta de transporte público inovador e ecológico, que pretende que comece a circular na zona Norte do concelho em 2009.
 
A autarquia propõe a introdução de uma rede de metro ligeiro de superfície, o que corresponde, segundo a autarquia, ao conceito de “trolley” que existia em Portugal nos anos quarenta.
 
“Trata-se de um transporte eléctrico, logo, é muito ecológico, evitando a emissão de toneladas de CO2”, disse ao METRO Gabriel de Oliveira, vereador da CMA responsável pelos Transportes. “Além disso, o facto de não ter carril dá-lhe muito mais liberdade em relação a um eléctrico normal”, como existe em Lisboa, Porto e Almada, salientou o vereador.
 
“Devido à geometria do terreno da cidade, este é o transporte ideal”, acrescentou
Gabriel de Oliveira.
Outra vantagem apontada pelo autarca é o facto de o raio de viragem destes veículos ser igual ao de um autocarro.
 
“E, ao contrário dos eléctricos existentes no nosso país, que sobem, no máximo, inclinações de sete por cento, este consegue fazer subidas de 15 por cento”, adiantou.
 
Cada carro terá 18 metros, o que equivale a três autocarros, com um braço extensível (dispensa a utilização de carril, mas necessita de uma linha aérea) muito longo. No entanto, caso seja necessário sair da linha, este meio de transporte tem incorporado um motor a diesel. “Se tiver de se desviar de um carro mal estacionado, pode fazê-lo sem interromper a sua marcha”, exemplificou o vereador.
 
Num investimento que pode chegar aos 20 milhões de euros, o autarca garantiu que
este meio de transporte é “cinco vezes mais barato do que o que já existe em Portugal”, disse, referindo-se ao eléctrico.
Mesmo assim, a autarquia não tem condições para assegurar todas as despesas. Os
custos da linha e das composições, que serão construídas pela empresa britânica
Electric Tbus Group, serão em grande parte assegurados pela Dolce Vita, que está a
construir uma grande superfície comercial na Brandoa, freguesia da Amadora, anunciada como o maior centro comercial da Europa.
 
Para já, o metro ligeiro de superfície fará a ligação entre a estação do metropolitano da Amadora Este e da Reboleira, cuja conclusão está prevista para 2009.
Mais tarde, prevê-se o alargamento deste serviço à zona Sul da cidade, onde há um conjunto de grandes superfícies comerciais. “Quando este sistema começar a funcionar, não se vai falar noutro meio de transporte no país”, concluiu o vereador. MARTA COSTA

Marcadores: ,

transportadora a 13 de Fevereiro de 2009 às 18:48
Isso que é onibus
haiushuias
;)

Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


blogs SAPO