comentar
r, em 05.06.09 às 17:36link do post | favorito

No dia 5 de Junho (Dia Mundial do Ambiente), teve lugar no Auditório Municipal, a assinatura do Protocolo relativo à Recolha de Óleos Alimentares Usados, celebrado entre a Câmara Municipal da Amadora, a Fundação de Assistência Médica Internacional e o Pingo Doce – Distribuição Alimentar, S.A.

 

Este protocolo visa promover a melhoria da qualidade ambiental na área do município da Amadora através da adopção de formas de recolha selectiva de óleos alimentares usados com vista à sua valorização e, simultaneamente, financiar acções humanitárias promovidas pela Fundação de Assistência Médica Internacional.

 

Pressupõe uma solução integrada que passa pela criação de até 50 contentores de grande capacidade para a deposição dos óleos alimentares usados produzidos nos lares do Concelho, a colocar maioritariamente em locais públicos, bem como a disponibilização de até 20.000 recipientes individuais a distribuir pela população, nomeadamente pelas associações de idosos e pelos alunos das Escolas Básicas do Concelho com a colaboração das Juntas de Freguesia.

 

Durante a iniciativa, o fundador da Fundação de Assistência Médica Internacional – Dr. Fernando Nobre – agradeceu aos parceiros a concretização deste projecto. Também o procurador do Pingo Doce – Distribuição Alimentar, S.A., Dr. Fernando Ferreira, se congratulou com a assinatura do protocolo, porque “são menos óleos que vão chegar às ETAR’s, são menos óleos que vão chegar aos nossos mares e aos nossos rios”, salientou.

 

Joaquim Raposo, Presidente da Câmara Municipal da Amadora, explicou a importância deste projecto, acreditando que o mesmo será um sucesso porque “os maiores impulsionadores vão ser os jovens”, defendeu, realçando ainda que os mais novos têm uma grande sensibilidade em relação às questões ambientais. 

 

Este representa mais um passo no trabalho que a autarquia tem vindo a desenvolver na senda da sustentabilidade e da melhoria da qualidade ambiental, como ficou recentemente comprovado pela atribuição do prémio ambiental – Galardão ECO XXI – atribuído pela Fundação para Educação Ambiental em Portugal – Associação Bandeira Azul da Europa (FEEEPortugal – ABAE), projecto iniciado em 2006.

(cma)

Marcadores: ,

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
16
17
19
20

21
22
23
24
26
27

29


blogs SAPO
subscrever feeds