comentar
r, em 30.12.08 às 12:40link do post | favorito

A corrida de S. Silvestre da Amadora, que se realiza anualmente a 31 de Dezembro com organização do Desportivo Operário Rangel, irá contar uma vez mais com o apoio da Câmara Municipal da Amadora.

 

Para a 34.ª edição prevê-se a participação de cerca de 800 atletas, com a presença de alguns dos melhores praticantes nacionais e estrangeiros, que irão percorrer algumas ruas e avenidas do Concelho da Amadora, e que serão, certamente, apoiados pelos muitos milhares de espectadores, que todos os anos assistem a uma prova que já passou fronteiras, e é já reconhecida internacionalmente.

 

A S. Silvestre da Amadora é uma das mais importantes provas do calendário do Atletismo nacional e internacional, sendo reconhecida internacionalmente pela IAAF (Federação Internacional de Atletismo), Federação Portuguesa de Atletismo e pela Associação de Atletismo de Lisboa.

 

A par da prova principal, irá igualmente realizar-se a 2.ª Mini São Silvestre, dirigida a todos os escalões etários, com uma distância entre os 1 500 e os 2 000 metros.

 

Percurso da prova, regulamento e ficha de inscrição aqui.

 

 

 
 
 

Marcadores: ,

comentar
r, em 23.12.08 às 17:57link do post | favorito

 

O BLOGUE AMADORA SEMPRE EM MOVIMENTO, DESEJA A TODOS OS AMIGOS, A TODOS OS AMADORENSES E A TODOS OS ANÓNIMOS QUE NOS VISITAM UM FELIZ E SANTO NATAL E UM ANO NOVO REPLETO DE SAÚDE, PAZ, AMOR E SUCESSOS...

 

 

 

Marcadores:

comentar
r, em 22.12.08 às 15:40link do post | favorito

A Câmara Municipal da Amadora aprovou a adjudicação do concurso público para a “Construção da Creche / Jardim de Infância da Falagueira”

 

Com esta adjudicação, esta nova urbanização do Concelho da Amadora ganha assim mais um equipamento de apoio às famílias ali residentes.

 

Este novo equipamento irá contar com:

PISO 0 – Creche + J.I.
Valência de Creche
1 Sala de Berços;
2 Salas de Parque;
2 Salas de Actividades;
1 Copa de Leites;
1 Instalações Sanitárias de Crianças do J.I.
1 Gabinete de Pessoal;
1 Instalações Sanitárias/vestuário de Pessoal;
1 Casa-de-banho para pessoas portadoras de deficiência;
1 Sala de Isolamento;
Espaço Exterior

Valência de Jardim-de-Infância
3 Salas de J.I.;
1 Sala de Repouso;
1 Sala de Arrumos;
1 casa-de-banho para Crianças;
1 casa-de-banho para adultos;
1casa-de-banho para pessoas portadoras de deficiência;
1 Ginásio;
1 Gabinete para docentes;
Zona exterior

Refeitório(J.I. + Creche)
1 Cozinha (Preparação, Confecção e Empratamento);
1 Cozinha (lavagem)
2 Despensas (despensa do dia + despensa de frio);
1 Vestiário pessoal auxiliar;
Casa das máquinas


Átrio Principal (J.I. + Creche)
1 Espaço de acolhimento/Recepção


CAVE

1 Zona de Tratamento de Roupa,
1 Dispensário/mês
1 Despensa
1 Zona de tratamento de roupas;
1 Armazém;
1 Arrecadação de material de limpeza;
1 Sala de arrumos;
1 Balneários de apoio ao Refeitório;

Marcadores: ,

comentar
r, em 18.12.08 às 15:12link do post | favorito

Notícia do Diário de Notícias...

 

No mais problemático bairro da Amadora a maior parte não paga renda .
O presidente da Câmara da Amadora considera "errada" a construção de grande bairros sociais.

As declarações de Joaquim Raposo ao DN foram proferidas no bairro Casal da Mira ontem, onde foi ali inaugurado um centro de dia para idosos, com apoio domiciliário, resultante de uma parceria entre a autarquia, a Misericórdia da Amadora e a Chamartín, empresa proprietária dos centros comerciais Dolce Vita.

Joaquim Raposo explicou ao DN que a opção pelos grandes bairros sociais surgiu, sobretudo, para atrair fundos comunitários. Em seu entender, a melhor decisão teria sido a criação de linhas de crédito que ajudassem as pessoas a comprar a sua própria casa. "Sentir-se-iam muito mais responsabilizadas", frisou.

Composto por 760 fogos, onde residem cerca de 2300 pessoas, originárias de diversos bairros degradados da Amadora como Azinhaga dos Besouros, Estrela d'África, Fontainhas, entre outros, no bairro de realojamento do Casal da Mira são poucos o que pagam renda. Todos os prédios têm lojas nos rés-do-chão, mas estão vazias e os vidros partidos.

Enquanto conversávamos com o presidente da Câmara, quem passava pedia-lhe para que acabasse com a insegurança. "São roubos com caçadeiras todos os dias", disse uma senhora a Joaquim Raposo, enquanto rogava uma casa noutro sítio.

Para o autarca, os bairros sociais criam injustiças. "As habitações são oferecidas às pessoas, e depois nem pagam o mínimo de renda exigido", disse, garantindo: "Vamos avançar com os despejos." Em seu entender, a situação é injusta para quem faz esforço para ter uma casa. |

 

Marcadores: , ,

comentar
r, em 18.12.08 às 14:51link do post | favorito

A Câmara Municipal da Amadora vai receber  hoje (18 de Dezembro de 2008) um prémio a ser entregue em Cerimónia Pública, no Auditório n.º 2 da Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito das Melhores Práticas na Integração de Imigrantes 2007.

 

Este prémio foi instituído pela Fundação Calouste Gulbenkian sendo que quem avalia as candidaturas é o  Núcleo Fundador da Plataforma de Imigração que é composto pela Fundação Aga-Khan, a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, a Fundação Luso-Brasileira, a Fundação Portugal-África, a Fundação Oriente, A Associação Empresarial Portuguesa, A Associação Industrial Portuguesa, a CGTP, a UGT , a Comissão Episcopal para a Mobilidade Humana e as Confederações Portuguesas dos Agricultores, Comércio e Serviços, Indústria e Turismo.
 
A Câmara Municipal da Amadora venceu o Prémio com o Projecto Geração ex aequo com um outro da Câmara Municipal de Oeiras.
 
A entrega do prémio irá decorrer no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Migrantes cujo programa é o seguinte:

14h00 - Acolhimento


14h15 - Sessão de abertura

  • Emílio Rui Vilar – Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian
  • Pedro Silva Pereira – Ministro da Presidência do XVII Governo Constitucional 

14h45 - Apresentação e entrega do prémio da Plataforma Imigração:

  • Prémio Empreendedor Imigrante;
  • Distinção de Boas-Práticas das Autarquias, em matéria de integração de imigrantes

 15h45 – Mesa-Redonda

Keynote speaker: José António Pinto Ribeiro, Ministro da Cultura

Moderadora: Edite Estrela (deputada Europeia)

"A língua: factor de aproximação ou de afastamento na aldeia global ?"

Que responde a questões de:

  • Representante da Comunidade Brasileira
  • Representante da Comunidade de Cabo Verde
  • Representante da Comunidade Angolana
  • Representante da Comunidade Ucraniana

 

17h15 - Painel: O confronto das línguas e das culturas – expressões nas organizações internacionais, na educação e nas empresas

  • Eng. Domingos Simões Pereira, Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)
  • Laure Bourdarot, representante da EUNIC (Associação dos institutos culturais nacionais da União Europeia) em Portugal.
  • Valter Lemos, Secretário de Estado da Educação (a confirmar)
  • Dr. Luís Palha da Silva, Director Executivo do Grupo Jerónimo Martins

Moderador: José Ribeiro e Castro (deputado Europeu)

 

18h45 - Encerramento
 

 Para assistir em directo via Internet clique no link abaixo:

transmissão em directo
Transmissão online em directo e em circuito vídeo nos espaços adjacentes
 

Organizado por:

O Alto Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural

A EUNIC Portugal (Institutos Culturais Nacionais da União Europeia)

O Gabinete em Portugal do Parlamento Europeu

A Plataforma sobre Políticas de Acolhimento e Integração de Imigrantes

A Representação da Comissão Europeia em Portugal

 

fonte blogue Melhor da Amadora são as Pessoas

Marcadores: ,

comentar
r, em 17.12.08 às 17:06link do post | favorito

A Câmara Municipal da Amadora aprovou a adesão ao Qec-ERAN (Quarties en Crise – European Regeneration Areas Network), uma rede europeia de cidades empenhadas na regeneração de áreas urbanas em crise, e que é uma das principais redes de referência na União europeia sobre esta matéria.

 

Actualmente, pertencem a esta rede cidades de 20 países como Praga, Toulouse, Budapeste, Londres, Roma, Veneza, Roterdão, Istambul, Barcelona, Belfast e Sevilha, só para mencionar algumas, sendo que a Amadora é a primeira cidade portuguesa a formalizar a adesão.

 

O Qec-ERAN
Esta rede europeia tem os seguintes objectivos: desenvolvimento de programas e projectos facilitadores de troca de experiências e práticas entre áreas urbanas críticas; apoio técnico a projectos integrados de regeneração urbana, baseados no desenvolvimento e integração social; investigação e avaliação de projectos e programas e políticas de regeneração urbana; criação e animação de redes de cooperação e de um Think Tank europeu sobre estas matérias; participação, mediante eleição, de representantes políticos das cidades na Direcção do Qec-ERAN, afirmando a rede como um parceiro social da Comissão Europeia.

 

As vantagens
Como membro, a Amadora receberá apoio para desenvolvimento e implementação de candidaturas e projectos europeus, informação sobre fundos, possibilidades de financiamento e parcerias, formação e desenvolvimento de staff técnico das cidades, intermediação com a Comissão Europeia mediante pedidos específicos, angariação de parceiros europeus adequados para candidaturas a financiamentos, participação gratuita na Plataforma Europeia para a Inclusão Social e escritório de apoio em Bruxelas, entre outras.

 


comentar
r, em 17.12.08 às 17:04link do post | favorito

A Câmara Municipal da Amadora (CMA) aprovou a minuta de um Protocolo de Cooperação, a assinar com a Agência Portuguesa de Ambiente, para a implementação do projecto-piloto “Agenda 21 Local, Sistemas de Sustentabilidade Local”.

 

Esta parceria surge no seguimento da tentativa de implementação de uma nova política ambiental no Município da Amadora, de forma a poder integrar-se nos objectivos da Agenda 21 Local. Para tal, a CMA definiu como sua grande prioridade, a criação de condições de sustentabilidade na Amadora.

 

Por outro lado, a Agência Portuguesa de Ambiente está a desenvolver um Guia para a implementação da Agenda 21 Local, que tem, inclusive, como suporte, a Certificação ISSO 19011, que define as linhas de orientação para auditorias ao sistema em causa.

 

Neste sentido, caberá à CMA constituir a equipa técnica necessária para alcançar o objectivo da Agenda 21 Local; disponibilizar a informação de que disponha e que se revela necessária à elaboração do projecto; implementar a Agenda 21 Local no Concelho da Amadora, tendo como linha orientadora o “Guia Agenda 21 Local – Um desafio para Todos”.

 

Já a Agência Portuguesa de Ambiente terá como responsabilidades a prestação de apoio geral, técnico e científico, bem como a participação activa na divulgação do projecto; fornecer toda a informação de interesse para o desenvolvimento e execução dos objectivos do projecto; participar em acções que se revelem vantajosas para o desenvolvimento do projecto e resolver com a CMA todas as questões ou dúvidas que decorram durante a execução do protocolo.

 

As acções a realizar, serão executadas até Dezembro de 2010.
 

Marcadores: ,

comentar
r, em 17.12.08 às 16:43link do post | favorito

Será hoje (17 de Dezembro de 2008, pelas 16h30) Inaugurado no Bairro Municipal do Casal da Mira, Freguesia da Brandoa - Amadora um novo equipamento social, a saber, um Centro de Dia com capacidade para 40 idosos e um Serviço de Apoio Domiciliário com capacidade para 30 pessoas.

 

O Centro de Dia será gerido pela  Santa Casa da Misericórdia da Amadora e resulta de um Protocolo de Colaboração entre a Câmara Municipal da Amadora, a Santa Casa e a Chamartín Imobiliárin.

 

Este novo Centro de Dia pretende criar uma resposta social para a Terceira Idade no Bairro do Casal da Mira.

Marcadores: ,

VISITANTES
Counter
INQUÉRITO
EM QUE AREA DEVIA A CAMARA DA AMADORA INVESTIR MAIS??
EDUCACAO
DESPORTO
OBRAS MUNICIPAIS
AMBIENTE E HIGIENE URBANA
ACCAO SOCIAL
REQUALIFICACAO URBANA
HABITACAO
CULTURA
ESPACOS VERDES
  
pollcode.com free polls
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
16
19
20

21
24
25
26
27

28
29
31


blogs SAPO
subscrever feeds