comentar
r, em 07.01.08 às 18:18link do post | favorito
Noticia da Rádio Renascença
As câmaras municipais demoram, em média, sete meses a fazer os pagamentos às empresas de construção civil, acusa a Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FPICO).
 

A FPCIO fez as contas e concluiu, num relatório a que a Renascença teve acesso, que há mesmo autarquias que chegam a demorar dois anos a pagar as suas dívidas.


De acordo com a lei, os pagamentos devem ser feitos dentro de um prazo máximo de dois meses, mas apenas 5% das autarquias cumprem este prazo.

Reis Campos, presidente da FPCIO explica que o atraso no pagamento das câmaras é prejudicial para as empresas de construção civil, sendo que muitas delas acabaram por abrir falência.

“Nós temos a taxa [de juro] mais elevada dos últimos seis anos. Hoje, o atraso no pagamento, tem um efeito muito mais penalizador para as empresas. O Estado exige das empresas que cumpram os seus compromissos fiscais, mas não paga a tempo e horas”, denuncia.

Lisboa entre as piores pagadoras

Segundo o relatório da FPCIO, Lisboa, Cabeceiras de Basto, Castelo de Paiva, Figueira da Foz, Santa Maria da Feira e S. Pedro do Sul são as autarquias que demoram mais tempo a pagar as suas dívidas – em média dois anos.

Por outro lado, as câmaras mais rápidas são Almada, Amadora, Guimarães e Tavira.

Escrevo eu: é um prazer, enquanto Municipe da Amadora, saber que a minha Câmara Municipal é pessoa de bem e boa pagadora.....

Marcadores: ,

comentar
r, em 07.01.08 às 11:16link do post | favorito

A Câmara Municipal da Amadora aprovou a minuta do protocolo de colaboração a celebrar com a “Modelo Continente S.A.”, relativo ao projecto “Hiper Natura Continente”, que tem em vista apoiar a conservação, manutenção e/ou recuperação de espaços verdes e outros espaços, no âmbito de actividades em prol do ambiente e da natureza, integrando-os na vida dos cidadãos.

No caso concreto da Amadora, o espaço intervencionado será, nesta fase, o circuito pedonal situado na Estrada dos Salgados, Freguesia da Falagueira, procurando-se melhorar o pavimento do circuito, de forma a permitir que cada vez mais munícipes adoptem aquele espaço para a prática de exercício físico.
Marcadores: ,

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
17
18
19

20
25
26

27


blogs SAPO
subscrever feeds