comentar
r, em 01.10.10 às 12:39link do post | favorito

 

 

Projecto foi apresentado pela Câmara da Amadora no Dolce Vita Tejo

O Metrobus da Amadora é, para o secretário de Estado dos Transportes, “uma solução inovadora que deveria ser uma bandeira para outras zonas do país”. Carlos Correia da Fonseca deslocou-se hoje ao Dolce Vita Tejo para assistir à apresentação pública do projecto MetroBus um sistema de Metro Ligeiro de Superfície que, numa primeira fase, fará a ligação entre o futuro interface da CP/Metropolitano da Reboleira e o Dolce Vita Tejo, atravessando as freguesias da Venda Nova, Falagueira (estação de metro Amadora-Este), Mina, São Brás e Brandoa. Numa segunda fase, prevê-se a extensão da linha do referido centro comercial a Odivelas.

Segundo o presidente da Câmara Municipal da Amadora, Joaquim Raposo, este projecto “aponta soluções mais económicas e ambientais”, pelo que deveria chegar a outros concelhos, como Loures e Oeiras, “criando uma rede eficaz de transportes”.

A obra, com uma extensão de cerca de sete quilómetros, ascenderá a cerca de 8 milhões de euros. Um investimento partilhado pelo Dolce Vita Tejo, que disponibilizará cerca de 4.450.000 de euros, para as infra-estruturas do MetroBus. A verba destinada à aquisição do material circulante será comparticipada, em 50%, por fundos comunitários, ficando o remanescente a cargo da autarquia.

Na cerimónia de apresentação do projecto, na qual estiveram presentes a presidente da Câmara de Odivelas, Susana Amador, representantes do Dolce Vita Tejo, da CP, do Metro, da Autoridade Metropolitana de Transportes, entre outras individualidades, foi ainda anunciado que o MetroBus deverá entrar em funcionamento no primeiro semestre de 2013. cma


comentar
r, em 26.01.10 às 13:03link do post | favorito

 

 

A câmara da Amadora responsabilizou hoje a Brisa e o proprietário do terreno pelo deslizamento de terras junto à CREL, provocando o corte da via, enquanto a concessionária referiu que o valor das portagens se vai manter.

 

O vereador da câmara da Amadora com o pelouro da Protecção Civil, Eduardo Rosa, disse à agência Lusa que a autarquia já tinha alertado o proprietário do terreno, que em tempos funcionou como aterro, e a concessionária da auto-estrada, a Brisa, para a possibilidade de acontecer um deslizamento de terras no local.

 

"Já tinha havido um conjunto de indícios e nós fizemos além daquilo que nos compete. A Brisa e proprietários são responsáveis por aquilo e contactámo-los. Fizemos notificações no sentido de chamar a atenção de que a zona não estava estável", disse.

 

O responsável adiantou que "a autarquia estava preocupada com a situação daqueles terrenos há muito tempo", embora nunca esperasse que "acontecesse um incidente com esta amplitude".

 

O deslizamento de terras ocorrido sexta-feira soterrou parte da via da CREL - Circular Regional Exterior de Lisboa - e obrigou ao corte de circulação entre o túnel de Carenque e o nó de Belas e, segundo a Brisa, este corte deve manter-se nas próximas semanas.

 

No local encontram-se 60 camiões e cinco escavadoras para retirar as cerca de cinco mil toneladas diárias de terra que deslizaram para a via.

 

Segundo o porta-voz da Brisa, Franco Caruso, circulam, em média, cerca de 40 mil condutores entre o nó de Belas e a ligação à auto-estrada A16, que agora têm que procurar alternativas para as próximas semanas, como sair no nó de Belas e fazer um percurso dentro de localidades.

 

Questionado sobre se os condutores que tiverem que sair da CREL para voltar a entrar alguns quilómetros mais à frente nesta auto-estrada vão pagar a totalidade das portagens, Franco Caruso respondeu que "as pessoas quando andam na auto estrada pagam por cada sublanço que utilizam" e, dessa forma, não será feito qualquer desconto ao preço que actualmente já pagam.

 

Inaugurada em 1995, a CREL contemplou a construção de dois túneis, o de Carenque (junto a Belas) e o de Montemor que em 1996 sofreu o primeiro incidente com a abertura de um buraco de três metros provocado por infiltrações alegadamente devido a problemas "no revestimento de betão".

 

Nesse ano, depois das infiltrações no túnel, foram os taludes laterais que se mostraram instáveis causando várias derrocadas e o desprendimento de pedras que provocaram sucessivos cortes parciais da via.

 

O então ministro do Equipamento, Planeamento e Administração do Território, João Cravinho, atribuiu esses problemas ao facto da auto-estrada estar desenhada em solos instáveis, considerando, na altura, que as "soluções construtivas ou de execução foram as menos adequadas".

 

JYR.

Lusa/Fim


comentar
r, em 16.09.09 às 10:38link do post | favorito

  

 
Pela Câmara Municipal da Amadora foi aprovada a minuta do Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo, a celebrar entre o Município da Amadora e o Sport Futebol Damaiense, permitindo a manutenção e desenvolvimento da melhoria das condições dos jogos e treinos dos atletas que frequentam o aludido Clube. – Contrato-Programa.
 
Pela Câmara Municipal da Amadora foi aprovado a abertura do Concurso Público Internacional para a Aquisição de 5 Mega Trolley Bus para a Linha de MetroBus da Amadora, tendo sido aprovados o
programa de concurso e o caderno de encargos, custo das peças concursais, designação da composição do Júri, designação no Júri a realização das operações inerentes ao procedimento em causa e delegação no Júri de algumas competências. – Concurso Público Internacional para a Aquisição de 5 Mega Trolley Bus para a Linha de MetroBus da Amadora.
 
Pela Câmara Municipal da Amadora foi aprovada a minuta do Protocolo de Cooperação a celebrar entre o Município da Amadora e a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, o referenciado instrumento jurídico tem como objectivo estabelecer as condições e os termos de cooperação entre os aludidos outorgantes na área de intervenção da violência doméstica tendo em vista o desenvolvimento, consolidação e concretização da Rede Integrada de Intervenção na Violência na Amadora. – Protocolo de Cooperação.
 
Pela Câmara Municipal da Amadora foi aprovada a minuta do Protocolo de Parceria, a celebrar entre o Município da Amadora e a Partilha, Associação de Moradores do Bairro do Zambujal, na Buraca, tendo como objectivo desenvolver acções e dar respostas efectivas às necessidades da população residente no Bairro do Zambujal. – Protocolo de Parceria.
 
Pela Câmara Municipal da Amadora foi aprovado isentar, o Centro Social Paroquial de São Brás, do pagamento da renda referente às áreas correspondentes ao Jardim de Infância e Centro de Convívio, até à celebração dos Acordos de Cooperação com o Ministério da Educação e o Instituto de Segurança Social, e tendo ainda sido aprovado o aditamento ao contrato de arrendamento a celebrar entre o Município da Amadora e o Centro Social Paroquial de São Brás – Instituição Particular de Solidariedade Social. – Isenção – Contrato de Arrendamento – Aditamento.
 
Fonte cma

comentar
r, em 15.09.09 às 13:02link do post | favorito

 

FESTAS DA CIDADE - CONCERTO DE TONY CARREIRA

http://www.tvamadora.com/Video.aspx?videoid=594

 

EXPOSIÇÃO ESPÓLIO MUNICIPAL

http://www.tvamadora.com/Video.aspx?videoid=595

 

EXPOSIÇÃO DE FERNANDA PÁSCOA "SABEDORIA DAS MÃOS"

http://www.tvamadora.com/Video.aspx?videoid=596

 

AMADORA EM SET - MOBILIDADE E ACESSIBILIDADES

http://www.tvamadora.com/Video.aspx?videoid=583

 

 

 


comentar
r, em 10.09.09 às 17:21link do post | favorito

Na visita aos vários troços da CRIL (Circular Regional Interna de Lisboa), o ministro das Obras Públicas Transportes e Comunicações, Mário Lino, revelou que o último lanço vai estar pronto no início do próximo ano.

O último lanço da CRIL que liga Pina Manique à Pontinha estará concluído até ao final do ano, mas o Túnel de Benfica deverá ficar pronto apenas no início de 2010.

Mário Lino esteve presente na passada terça-feira nos vários troços da CRIL que estão a ser concluídos, referindo que «fica a faltar apenas o túnel do Benfica. Não se pode abrir porque há uma pequena parte junto ao aqueduto que está a ser resolvida».

O ministro afirmou ainda que foram necessários «13 anos para encontrar uma solução» e que o actual «Governo resolveu este problema», através de uma solução «unanimemente» aprovada pelas câmaras municipais de Lisboa, Amadora e Odivelas.

De acordo com a Lusa, o lanço entre Pina Manique e a Pontinha terá abertura faseada ao tráfego, e até ao final de Setembro estará a funcionar o Nó das Portas do Benfica e a ligação à Amadora.

No mês de Outubro prevê-se a conclusão das ligações entre Nó da Alfornelos e a Pontinha, abrindo parcialmente o Nó de Benfica que estará a funcionar totalmente até ao final do ano.

A conclusão do último lanço da CRIL que liga Pina Manique à Pontinha, numa extensão de 4,5 quilómetros, representa um investimento de 112 milhões de euros.


comentar
r, em 11.08.09 às 13:49link do post | favorito

 

 
REDE VIÁRIA MUNICIPAL - reportagem efectuada pela TV Amadora, para ver a reportagem clique no seguinte link:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


comentar
r, em 07.11.08 às 12:36link do post | favorito

Após mais de 40 anos de discussão parece que é desta que a CRIL vai avançar...  não vai, já está a avançar...

 

Quando existem obras públicos desta envergadura é natural e normal que  algumas pessoas estejam contra, por vários e diversos motivos.

 

O que não é normal, nem saudável é criticar por criticar, inventar, denegrir e desescredibilizar.

 

Parece óbvio, para todos, que a conclusão da CRIL é vital para esta zona da grande área metropolitana de Lisboa, vai descongestionar uma série de vias de comunicação e vai melhorar a qualidade urbana por onde vai passar... Como diz um amigo meu , " para a Amadora, esta obra é um pequeno Polis..." sou obrigado a concordar!!!

 

E porquê, perguntarão os mais cépticos???? Para mim a resposta está nas fotografias que se seguem:

 

NÓ DA DAMAIA (FUTURO)

 

NÓ DAS PORTAS DE BENFICA (FUTURO)

 

 

NÓ DE PEDRALVAS E NÓ DE ALFORNELOS (FUTURO)

 

 

PARA MELHOR VISUALIZAR AS MUDANÇAS: http://www.estradasdeportugal.pt/site/v3/?id_pagina=B5791AB7-E83A-4136-8558-19948CA777C5&id_pasta=6A873DCB-D251-4950-8A7F-E9CA266D65B6&grupo=3

 


VISITANTES
Counter
INQUÉRITO
EM QUE AREA DEVIA A CAMARA DA AMADORA INVESTIR MAIS??
EDUCACAO
DESPORTO
OBRAS MUNICIPAIS
AMBIENTE E HIGIENE URBANA
ACCAO SOCIAL
REQUALIFICACAO URBANA
HABITACAO
CULTURA
ESPACOS VERDES
  
pollcode.com free polls
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


blogs SAPO